Doe-se, mas não espere muito o retorno dos outros

sábado, janeiro 31, 2015

As vezes tudo o que queremos é que a pessoa que está ao nosso lado se esforce um pouco mais para entender e melhorar certos pontos. Tudo seria tão mais fácil se as pessoas se forçassem a amadurecer, nem que seja um pouquinho.

Doe-se, mas não espere muito o retorno dos outros. Vai dizer que se cada um seguisse a frase, o mundo, as pessoas e consequentemente os momentos não seriam melhores?! O mundo inteiro ta cheio das pessoas que são obrigadas a ceder mais que outras, seja num relacionamento, num almoço em família ou numa roda de amigos... Tem sempre aquele que tem que engolir sapo pra apaziguar brigas, ou melhor, evitá-las.

Infantilidade e orgulho existem e sem querer andam conosco mais do que deviam, mas devemos saber controlar a medida, uma mão na consciência de vez em quando é bom e não machuca ninguém.


Leia também

0 comentários